top of page
  • Foto do escritorAndrews Lucena

Crie uma comunidade digital engajada!

Sem uma comunidade engajada, seu negócio não é nada. Na atualidade, entender como construir sua comunidade digital é essencial. Essas comunidades são grupos de pessoas que compartilham interesses, que levantam a mesma bandeira, sentem as mesmas dores e passam pelas mesmas coisas. Você precisa compreender como seu produto vai despertar esse sentimento nas pessoas a ponto de fazê-las quererem fazer parte dos seus seguidores.



Esses interesses em comum ajudam a manter a chama do seu negócio acesa e a ideia viva entre seus membros, o que possibilita a chegada de novos admiradores. Leia esse artigo até o fim para compreender melhor como fazer isso acontecer.



Antes de criar, é preciso saber do que se trata!


Sua marca se fortalece quando você se aproxima dos seus clientes. A comunidade digital deve ser um local para estreitar laços com o cliente, um local seguro para ele conversar com outras pessoas, cocriar com a marca ou autor e dar sugestões de melhorias.


O objetivo de criar uma comunidade digital em torno do seu negócio é encontrar mais pessoas que só estavam esperando alguém erguer uma bandeira e fortalecer o relacionamento com a audiência, ampliando a presença da sua marca na vida das pessoas. Desse modo, você forma amantes da sua marca. Essas pessoas vão sempre aguardar ansiosamente por seus produtos e conteúdos relacionados a seu negócio.


Essas comunidades podem existir tanto no espaço físico quanto no digital, existem inúmeras ferramentas online que podem te ajudar nesse processo. Os grupos fechados do facebook são um ótimo exemplo de como se criar uma comunidade interessante e engajada para sua empresa, outro bom exemplo são os grupos no telegram. Desse modo, é possível construir ideias para atrair pessoas interessadas nos temas relacionados a sua marca, além de criar uma comunidade exclusiva para clientes fiéis. Nossa intenção com esse artigo é te ajudar a compreender melhor como fazer isso da forma certa.


O objetivo de criar uma comunidade digital em torno do seu negócio é encontrar mais pessoas que só estavam esperando alguém erguer uma bandeira e fortalecer o relacionamento com a audiência, ampliando a presença da sua marca na vida das pessoas.

O segredo para construir uma boa comunidade


Uma boa comunidade se constrói não só através de gostos em comum, mas também por inimigos em comum. Por isso, antes de iniciar a sua, saiba qual inimigo o seu produto tem em comum com os possíveis consumidores dele. Não é de hoje que o conceito de “inimigo comum” proporciona bons resultados nas estratégias de marketing.


É através da identificação por meio da mesma dor que se criam laços firmes. Com isso, você causa uma sensação de “nós contra eles”, assim você não só tira seu cliente da posição defensiva, como também oferece uma solução para sua dor. Quando se joga a culpa em algo (evite culpabilizar pessoas, prefira ideias, instituições e estruturas sociais), você tira o peso das costas do cliente.


“Mas Raise, como vou identificar o inimigo em comum com meu cliente?”


Todos os negócios, de todos os nichos, possuem inimigos em comum. No mercado financeiro são os bancos, na psicologia são as doenças mentais, na saúde, a indústria alimentícia. Você vai precisar fazer um estudo do seu produto e público para entender o seu. Após descobrir, será o momento de mostrar que você tem a solução para derrotá-lo. A partir daí, será possível estabelecer uma ligação emocional muito forte com o seu cliente. Você não será apenas mais um vendedor, mas um aliado. Entenda, quanto mais você conhecer seu consumidor, melhores formas para solucionar os problemas dele, você vai encontrar.




Aprofunde seu conhecimento sobre os membros da sua comunidade


A ânsia por pertencimento pode ser usada a seu favor. Pessoas gostam de sentir que fazem parte de um grupo, mas para pertencer é preciso que existam interesses em comum, objetivos semelhantes, assim se cria identificação.


Crenças, sentimentos, dores, experiências, necessidades, medos, sonhos e valores são alguns dos pontos que fazem um indivíduo sentir que faz parte de uma comunidade. É preciso identificar quais são os que estão atrelados a sua marca e comunicar isso através do seu marketing, é dessa forma que você vai conseguir reunir um grupo de pessoas interessadas não apenas no seu produto, mas no que representa seu negócio.


Tudo isso requer um trabalho mais investigativo sobre as pessoas que consomem seu produto. É preciso mergulhar no universo que atrai seu consumidor. Existem algumas informações essenciais para te fazer compreender quem são essas pessoas, como: onde elas querem chegar na sua carreira, o que as limita, o que existe nelas que sentem vontade de mostrar ao mundo, quais suas frustrações ou seus maiores sonhos e até mesmo o que “resolveria” a vida delas.


Esses questionamentos fazem você entender melhor a mente, história e comportamento do seus clientes, a partir disso fica bem mais fácil alinhar isso aos valores, crenças e sentimentos da sua marca. Não adianta querer que o consumidor seja apenas aquele que lhe gera dinheiro no bolso, se você quer ser grande, é preciso estabelecer uma relação afetiva com essas pessoas.



Seja o líder que sua comunidade tem orgulho de seguir


As pessoas não querem apenas fazer parte de uma comunidade, elas querem ser guiadas. Pode não parecer, mas a maioria das pessoas estão perdidas e não falamos isso como algo ruim. Realmente é difícil se encontrar e conhecer o caminho certo para o sucesso, sua comunidade precisa ter alguém que exerça esse papel de líder.


Nas comunidades digitais uma liderança é essencial, as pessoas querem mudança e buscam aqueles que podem mostrar como conseguir isso. Um bom líder sabe atrair outros com suas ideias, é preciso saber mais que gerenciar recursos e processos. O líder cria a transformação na qual ele acredita e sabe conduzir as pessoas nessa direção. Por isso, se você reconhece que não tem essa qualidade, saiba que nomear alguém com ela para exercer esse papel também é uma boa estratégia de marketing.


As pessoas não querem apenas fazer parte de uma comunidade, elas querem ser guiadas.

Tudo isso se faz com boas regras, que sejam claras e bem aplicadas. As pessoas precisam saber como devem se comportar no espaço que você criou, não tenha problemas em ditar esses comportamentos. Desse modo, diferente do que parece, as pessoas ficarão mais tranquilas por ter um código de conduta a seguir e a certeza de que não serão repreendidas por seus comportamentos. Criar uma comunidade digital e se tornar uma liderança não é uma tarefa simples, isso exige responsabilidade e sabedoria. Nosso time é especializado em marketing digital e pode te ajudar nesse processo. Entre em contato conosco e tenha uma mentoria gratuita!




Comments


bottom of page