top of page
  • Foto do escritorAndrews Lucena

Como o BBB pode nos ensinar sobre Marketing Digital

Se você ainda não sabe a importância do Big Brother Brasil para o marketing digital, é hora de fazer um rebranding de consciência. Não é preciso assistir ao programa para ser um especialista em marketing, mas entender o impacto que ele exerce no mercado nos primeiros meses do ano é essencial.



Em 2020, o diretor do programa, Boninho, modificou a dinâmica principal do projeto, criando uma competição entre anônimos e famosos. Esse reposicionamento ocorreu devido a uma estratégia de marketing para colocar o BBB em evidência novamente, visto que a audiência em 2019 foi baixa. O tiro no escuro foi bem-sucedido, pois a edição registrou a maior audiência desde 2010. Este artigo tem o objetivo de explicar o que torna o programa tão atraente e como é possível aprender com sua estratégia para agregar ao marketing digital.


Não existe jogo sem planejamento


Atingir o sucesso é um jogo que precisa ser jogado com estratégia. O planejamento faz parte do Big Brother Brasil em sua essência, os produtores do programa passam praticamente o ano inteiro rodando o país em busca dos participantes que irão compor o elenco e na outra parte do ano executando o programa. Esse é um processo cauteloso e minucioso, que acontece em diversas etapas e organizações.


É por isso que o reality é um sucesso e se consolidou como um dos maiores produtos da TV Globo. Com a chegada da internet o programa precisou se adaptar e encontrar um caminho para se inserir nesse novo contexto, foi dessa maneira que os famosos foram adicionados ao jogo e até para isso teve um planejamento. Todos os participantes selecionados como “camarote” foram escolhidos a dedo para causar impacto e interesse do público, nada disso aconteceria sem planejamento.


E não para por aí, o planejamento também fez parte das estratégias dos próprios participantes. Manu Gavassi participou do reality em 2020, ela entendeu que aquela poderia ser uma oportunidade de virada na sua carreira, visto que mesmo tendo começado bem cedo e com aparatos, não tinha conseguido se consagrar no mercado ainda. Ela deixou planejado suas postagens nas mídias sociais por 93 dias, o tempo de duração total do programa, os posts foram publicados simultaneamente em ordem cronológica enquanto os acontecimentos iam rolando na casa e os roteiros foram todos criados por ela, uma lição completa de storytelling. O sucesso foi tão grande que ela ganhou mais de 7.6 milhões de seguidores no instagram enquanto estava no programa.


Temos algumas lições que ficam evidentes nesse caso. Pensar a médio e a longo prazo é indispensável para construir uma estratégia de marketing concisa e que seja capaz de dialogar constantemente com seus clientes. Planejar estratégias de marketing do seu negócio não é algo apenas para o aqui e agora, o caminho é fazer como Manu Gavassi que criou conteúdo relevante e atrativo pensando no planejamento de médio e longo prazo focando em chamar a atenção de novos seguidores para só depois vender o seu produto, que nesse caso é a música e também a imagem dela.

Pensar a médio e a longo prazo é indispensável para construir uma estratégia de marketing concisa e que seja capaz de dialogar constantemente com seus clientes.


O posicionamento e influência são líderes do seu negócio


O que torna o BBB o maior reality show do Brasil e um dos mais engajados no mundo não é só a audiência. Estamos falando de um produto que conseguiu construir relevância e influência não apenas para o entretenimento e as grandes marcas, ele sedimentou um impacto social. Essa é uma característica do programa por anos.


Como muitos dos produtos de entretenimento refletem as relações e realidades da região que foi produzida, aqui não é diferente. Fazem mais de 20 anos que acompanhamos histórias de pessoas se transformarem seja positiva ou negativamente devido a sua participação nesse reality. Como esquecer trajetórias como a de Kleber Bambam, Cida Santos, Jean Wyllys e Gleici Damasceno que pararam o Brasil para vê-los vencer suas edições.


Nos últimos anos pudemos assistir debates mais profundos e questões relevantes para a sociedade sendo refletidas na competição e gerando conversas no cotidiano do brasileiro. E sendo bem sincero, aqui não importa se esse é o espaço mais correto para existirem essas discussões, o que importa é que eles existem e o público entendeu que isso faz parte do jogo, da mesma forma que o diretor e a produção do programa também compreenderam.


Esse posicionamento do BBB como uma espécie de reality show “social” é só mais um reflexo do futuro que aguarda pelas grandes marcas, é preciso existir um propósito para além das vendas. É dessa maneira que o público se conecta com seu produto na atualidade, é assim que se constrói uma relação com o cliente que atravessa o afeto e o faz se tornar um admirador do serviço que você oferece.




A identificação é a chave para chegar a final de milhões


Construímos afeto de acordo com as identificações que encontramos, no marketing isso não é diferente. O Big Brother Brasil é um jogo de estratégias e em todos esses anos teve uma que se destacou com sucesso, a focada no público. Muitos participantes entram pensando em criar aliados, eliminar inimigos, apontar os erros dos adversários e não percebem que muitos desses movimentos acabam destruindo a conexão deles com quem importa de verdade, o público.


Na trajetória de alguns participantes a maneira que o público se identificou com suas personalidades deixou evidente a importância da identificação para o sucesso no jogo. Podemos citar Juliette, Gil do Vigor, Babu Santana, Ana Clara e muitos outros, esses perfis de pessoas não tiveram medo de expor suas verdades, com seus erros e acertos, a estratégia deles era conectar através do real, sem passar por cima de seus princípios e objetivos. Claro que outros pontos contam, como a narrativa do jogo e o carisma natural desses participantes.


Existem diversas formas de construir essa identificação, mas nada disso se constrói sem referências, um bom conhecimento sobre seu consumidor e a maneira que ele se comporta socialmente. Os valores da marca precisam ser evidentes, é dessa forma que o cliente vai entender se compactua com sua visão de mundo. Por isso, transparecer suas ideias é um passo crucial para conquistar seus leads. Empresas que têm medo de se posicionar, não terão espaço no futuro do mercado e vão perder para a concorrência, assim como acontece no BBB.


É preciso vender mais do que consumo, em primeiro lugar venda uma ideia! Essa é uma das estratégias de construção de marca que você deve utilizar, mas com cuidado, suas intenções precisam ser verdadeiras, não subestime seu público, ele percebe discursos fajutos. Pesquisas apresentadas durante o período da pandemia mostraram que cada vez mais as marcas que se importam com o consumidor e possuem valores bem definidos tendem a ser mais procuradas pelos consumidores. Ao pensar na sua marca preferida, é possível se inspirar nela, buscar referências e utilizar isso como seu grande diferencial em relação aos seus concorrentes. Compreendemos que esse é um trabalho complexo, nossa equipe está preparada para te auxiliar no processo. Entre em contato e garanta uma mentoria gratuita HOJE!




Commentaires


bottom of page